“Uma Igreja em saída”. Com este convite o Papa Francisco tem provocado para que toda a Igreja a entre num estado permanente de missão. A Diocese de Colatina busca atender com êxito esse chamado.

 Em de 2019 a Diocese viveu o Ano Missionário dando ênfase na questão do discípulo missionário: “Ide e anunciai” (Mc 16,15). Já em 2020, quando completou 30 anos, propôs-se a celebrar o Ano Jubilar Missionário celebrando os 30 anos de uma Diocese missionária em saída.

Agora para 2021, a Igreja particular de Colatina vive o Ano missionário vocacional, com o tema: “Igreja Vocacionada para Missão”, tendo como lema: “Não ardia o nosso coração quando ele nos falava pelo caminho?” (Lc 24,32).

Com isso a Diocese quer dar maior destaque ao chamado do discípulo missionário, pois antes de ser missionário ele é vocacionado. Assim para ser Discípulo é necessário responder ao chamado e para isso tem a necessidade de fazer um encontro com Cristo.

Quando ainda era Bispo da Diocese de Colatina Dom Joaquim Wladimir Lopes Dias, hoje bispo da diocese de Lorena (SP), foi quem provocou a a todos para viver o ano missionário vocacional. Com o seu olhar de Pastor viu a necessidade de enfatizar o chamado e relacioná-lo a vocação do missionário.

Para guiar e iluminar essa reflexão, na escolha dos doze, o evangelista Marcos (Mc 3, 13-19) ressalta a necessidade da intimidade com Cristo na experiência do chamado: “e constituiu os doze para que ficassem com ele e para enviá-los a pregar” (Mc 3, 14). Da mesma forma Deus chamou Samuel (1 Sm 3, 4) e Jonas (Jn 1, 2). Percebemos que primeiramente Ele chama para ficar junto Dele, para permanecer com Ele: “Jesus subiu ao monte e chamou a si os que quis, e esses foram para junto dele. E constituiu Doze, para que ficassem com ele, a fim de enviá-los a pregar” (Mc 3, 13-14).

Jesus chama para ficar, para permanecer, isso significa que ele quer que primeiro conheçamos Ele, que façamos um encontro e nos tornemos íntimos. Um médico não pode exercer sua profissão, se primeiramente não conhecer a medicina, da mesma forma não pode o missionário ir anunciar sem conhecer verdadeiramente a Cristo.

Conhecer a Jesus Cristo, não é algo distante de nós, não é algo impossível, Ele nos faz esse convite todos os dias. Para isso necessitamos ter ouvidos abertos e sensíveis para escutar a voz do Pai, é preciso deixar a correria do dia-a-dia, silenciar-se e orar, assim como fez o filho de Deus: “Jesus se retirava para lugares desertos e rezava” (Lc 5,16). Somente assim é possível ouvir Deus chamando e fazer a vontade Dele.

Nos diz o Catecismo: Deus chama incansavelmente toda pessoa ao encontro misterioso com Ele (nºs 2591). Somos todos convidados a permanecer com o Messias e com Ele aprender, como cantou melodicamente o Padre Zezinho: “Amar como Jesus amou, sonhar como Jesus sonhou, pensar como Jesus pensou, viver como Jesus viveu”.  Dessa forma aprendemos a anunciar a Boa Nova do Reino. Com esta experiência conseguiremos nos preparar para a missão. Daí surge a necessidade de buscar cotidianamente a intimidade com Jesus. Os discípulos não foram enviados ligeiramente, foi preciso um tempo de convivência e preparação. Somente após esse tempo de intimidade com Cristo eles foram enviados “então chamou os Doze e começou a enviá-los dois a dois.” (Mc 6,7).

Nós cristão batizados, somos por natureza missionários, pois a missão é a identidade de nossa fé católica, devemos acolher em nossa vida esse chamado e dizer: “Eis-me aqui, envia-me” (Is 6,8).

Por fim não se pode falar de missão e vocação sem lembrar da Santíssima Virgem Maria, com Ela aprendemos a dizer: “Eis a serva do senhor. Faça-se em mim como você me disse” (Lc 1,38), Maria mesmo aponta o caminho que é Jesus: “Fazei tudo que ele disser” (Jo 2,5). Maria é para nós modelo para todas as dimensões da vida. Que Nossa Senhora da Saúde, padroeira dessa Diocese interceda e abençoe as nossas comunidades eclesiais missionárias e contando também com a intercessão do Glorioso São José, possamos fazer essa Igreja particular de Colatina crescer e tornar o Cristo cada vez mais amado.

Geisilan Barbosa dos Santos
2º Ano de Filosofia

Últimas postagens

Seminarista Geisilan Barbosa lança a canção “Meu Sim”

Veja também

Seminaristas participam de ação missionária diocesana em Araçuaí – MG

Veja também

Seminaristas do 2º ano de filosofia realizam ADI em Belo Horizonte

Veja também

Preparemo-nos para a vinda do senhor

Veja também
Ajude o Seminário