Na quinta-feira, 08/06, Solenidade do Santíssimo Sacramento do Corpo e Sangue de Cristo, nosso seminário esteve no Centro de Detenção e Ressocialização de Linhares – CDRL.

Pela manhã foram confeccionados os tradicionais tapetes, com a presença de alguns membros da Pastoral Carcerária, dos movimentos EAC e EJC das paróquias São Paulo Apóstolo e Santíssima Trindade, ambas de Linhares. Após o trabalho de confecção dos tapetes, ao meio-dia o grupo almoçou na unidade.

Às 14 horas todos se reuniram, juntamente com alguns irmãos encarcerados, para a solene Celebração Eucarística, presida pelo reitor do Seminário “Maria, Mãe da Igreja”, padre Edgar Rigoni, que conduziu o Santíssimo Sacramento sobre os tapetes, como de costume, e entrou nas dependências da unidade acompanhado de alguns seminaristas.

“Estava na prisão e fostes me visitar (Mt25,36). Esse foi o primeiro sentimento ao adentrar os corredores da unidade com Jesus Eucarístico, Jesus que vai ao encontro dos que mais precisam. Outro aspecto que tocou o meu coração foi o brilho no olhar de alguns internos ao receberem a benção com o Santíssimo. Foi possível notar entre eles um olhar de piedade, olhar de amor, olhar de recebimento do mistério Divino. O próprio olhar de Cristo”, relata o padre Edgar.

Participação na Rádio CDRL

Na ocasião os seminaristas Alex Marin, Kleidson Ayolphi e Ryan Ventura tiveram a oportunidade de conversar com os irmãos encarcerados por meio da rádio VOX, que é a rádio interna do CDRL, onde puderam partilhar um pouco sobre a presença do seminário na unidade, da solenidade celebrada, sobre vocação e falar um pouquinho sobre o programa “Vem e Segue-me” que é produzido pelos seminaristas e que também é transmitido na rádio interna do Centro de Detenção e Ressocialização.

Segundo o seminarista Kleidson, do primeiro ano de filosofia, “estar em contato com os mais de 800 internos através da rádio interna VOX, além de ser desafiador é também oportunidade de estar mais próximo. Desafiador, pois não estávamos presentes, só nos escutavam, e mesmo assim, estávamos muito próximos. Desde nossa vida, à rotinas, até algumas brincadeiras, foi tema do nosso bate-papo. Crescimento para nós!”.

Uma Igreja em Saída

A visita do seminário à unidade se dá no contexto de uma “igreja em saída”, que busca fazer contato com as diversas realidades sociais, de modo particular aos mais necessitados, seguindo os ensinamentos do próprio Cristo, “Estive preso e viestes me visitar.” (cf.Mt 25,36).

O Papa Francisco também exorta a todos a fazer contato com os que se encontram nas periferias geográficas e existenciais, rompendo com uma atitude de autopreservação. Em sua primeira Exortação Apostólica, denominada “A alegria do Evangelho” (Evangeli Gaudium), o Santo Padre apresenta seu desejo para toda a igreja, mais precisamente no número 49:

“Saiamos, saiamos para oferecer a todos a vida de Jesus Cristo! Repito aqui, para toda a Igreja, aquilo que, muitas vezes, disse aos sacerdotes e aos leigos de Buenos Aires: prefiro uma Igreja acidentada, ferida e enlameada, por ter saído pelas estradas, a uma Igreja enferma pelo fechamento e a comodidade de se agarrar às próprias seguranças. Não quero uma Igreja preocupada com ser o centro, e que acaba presa num emaranhado de obsessões e procedimentos”.

Portanto, a visita ao CDRL é muito mais que uma “visita institucional”, mas um encontro de irmãos.

Corações ardentes, Pés a Caminho

Ao encontro disso, é preciso fazer memória do terceiro Ano Vocacional da igreja no Brasil, que tem como tema “Vocação: Graça e Missão” e com o lema “Corações ardentes, pés a caminho” (cf. Lc 24,32-33). Assim como os discípulos de Emaús escutaram a Palavra do Ressuscitado com o coração ardente e se colocam a caminho para anunciar o encontro, todos nós somos chamados a dar essa resposta de ir ao encontro dos irmãos e irmãs, como um gesto de fidelidade à vocação. Principalmente dentro do processo formativo dos futuros padres, que buscam se configurar ao Cristo, este gesto de “saída”, de fazer contato com as diversas realidades se torna ainda mais latente, haja vista que são formados e ordenados para o serviço do Povo de Deus.

A visita ao CDRL é um gesto de amor e serviço, que agrega uma salutar experiência no processo formativo dos seminaristas.

Conselho Missionário de Seminaristas

A visita ao CDRL foi um anseio do Conselho Missionário de Seminaristas (COMISE) presente em nosso seminário. Vale destacar que esse conselho tem por meta fomentar nos futuros presbíteros o fervor missionário, como identidade do cristão. O COMISE contribui na formação para que os seminaristas se tornem capazes de dialogar com as diversas realidades pastorais da igreja.

Confira mais fotos em nossa Sala de Memória.

É importante pontuar que toda programação só foi possível através de um frutuoso diálogo com a gestão da unidade.

Últimas postagens

A espiritualidade no cultivo da vocação

Veja também

1° Romaria Diocesana vocacional de coroinhas ao santuário Nossa Senhora da Saúde

Veja também

Férias de Julho: Pastoral, Formação e Recesso

Veja também

Vocação: Graça e Missão – “Corações ardentes, pés a caminho” (Lc 24,32-33)

Veja também
Ajude o Seminário